Dance N'Arts School | Música
dna coimbra, dnaschool, dna school, escola de artes, ballet, dança, dança jazz, dança contemporânea, música, bailados, espectáculos, artes, piano, canto, coro, yoga, zumba, ginástica de manutenção, barra de chão, elasticidade, maestro augusto mesquita, káká, kéké, teresa gouveia, catarina pinho
15409
page,page-id-15409,page-child,parent-pageid-15252,page-template-default,ajax_fade,page_not_loaded,,qode-title-hidden,qode-theme-ver-9.4.2,wpb-js-composer js-comp-ver-4.12,vc_responsive

A MÚSICA

O estudo da música encoraja a autodisciplina e a diligência, características que se repercutirão nas atividades intelectuais sob a forma de estudo produtivo e hábitos de trabalho. Praticar música promove a expressão pessoal e proporciona auto gratificação. Com uma orientação correta, a música pode ajudar ao crescimento pessoal da criança, assim como à sua expressão individual e autoconfiança, não somente na sua mente, mas também na alma e espírito.

 

As lições de música melhoram igualmente o desenvolvimento da capacidade da criança para pensar logica e analiticamente, aumentar a sua concentração, cognição e o desenvolvimento motor.

 

O ensino da Música na nossa escola pauta-se pela ética profissional que prima por padrões elevados de qualidade técnica (um corpo docente dinâmico que aposta no desenvolvimento profissional contínuo) e ambiente físico adequado, devidamente equipado para o efeito.

 

As aulas na DNA objetivam desenvolver a progressão individual de todos os praticantes, para que atinjam o ponto máximo das suas capacidades.

 

A prática da música ensina aos alunos a ultrapassar o medo e a assumir riscos. Um pouco de ansiedade é algo positivo, e que ocorre frequentemente ao longo da vida. Aprender como lidar com a ansiedade mais cedo e com frequência, faz com que seja um problema menor mais tarde.

 

Os discentes desta modalidade aprendem a gostar de ouvir música, adquirem uma nova disciplina mental e competência artística, desenvolvem uma postura física correta e mais autoconfiança.